CARGA IMEDIATA SOBRE IMPLANTES

CARGA IMEDIATA EM IMPLANTES

 

A reabilitação de pacientes desdentados ou parcialmente desdentados em mandíbula através de próteses fixas imediatas já é muito bem estudada na literatura. O paciente portador de prótese total (PT) ou parcial (PPR)  não é totalmente satisfeito com sua reabilitação. As próteses removíveis, principalmente inferiores, trazem extrema insatisfação ao usuário. Sua instabilidade excessiva promove desconforto, dor, dificuldades com fala e mastigação e, sobretudo, baixa autoestima. A solução para estes pacientes dá-se através da instalação de implantes na região anterior da mandíbula e uma prótese fixa parafusada sobre eles. Esta prótese pode ser instalada após a cicatrização destes implantes (tardia) ou imediatamente após a colocação dos mesmos (carga imediata). A última permite um maior conforto, estética, menor morbidade pós-operatória e melhora na autoestima do paciente. Porém, só pode ser realizada quando o paciente se enquadra nos pré requisitos para tal, e esses são:

  • Osso em quantidade e qualidade adequadas para a instalação dos implantes;
  • Instalação dos implantes com um torque mínimo de 32N;
  • Não fumar ;
  • Não apresentar doença sistêmica descompensada (como pressão alta ou Diabetes). Atenção: Eu disse DESCOMPENSADA. Pacientes com a pressão e glicemia controladas PODEM realizar a carga imediata;
  • Não fazer uso de Bifosfonatos (remédio para osteoporose).

CASOS

No primeiro caso, o paciente era usuário de uma prótese parcial provisória INFERIOR e queria uma reabilitação definitiva com implantes. Como o paciente tinha alguns elementos/dentes na boca precisaríamos extraí-los, instalar os implantes e então, instalar a prótese provisória imediata. Tudo isso foi feito em uma única sessão. Ou seja, realizamos implantes imediatos (logo após a extração dos dentes) e prótese com carga imediata (logo após a instalação dos implantes, parafusamos uma prótese provisória).

PRÓTESE PARCIAL REMOVÍVEL  antiga

Alguns elementos restantes já comprometidos

PRÓTESE TOTAL IMEDIATA instalada sobre 6 implantes no mesmo dia das extrações e instalação dos implantes

Vista superior da PRÓTESE IMEDIATA parafusada sobre 6 implantes

A carga imediata também pode ser realizada em implantes unitários. Nesse segundo caso abaixo, o paciente sofreu uma fratura na raiz de um dente da frente e necessitava extraí-lo. O dente foi extraído, o implante instalado, e, no mesmo dia, um provisório foi cimentado sobre o implante.

Vista oclusal do PILAR PROVISÓRIO parafusado sobre o IMPLANTE IMEDIATO

DENTE PROVISÓRIO IMEDIATO sobre o implante. Notar o menor tamanho para prevenir cargas excessivas

Nos dois casos acima, instalamos uma prótese e um dente PROVISÓRIOS. Após a cicatrização final dos implantes (cerca de 3 meses), trocamos os provisórios por peças definitivas.

Outro fator importantíssimo da carga imediata é que após a instalação da prótese ou do dente, devemos tomar alguns cuidados até a cicatrização final do implante. Por exemplo:

  • Notem que no caso unitário o provisório é um pouco menor que os outros dentes, afim de que ele não sofra cargas excessivas antes da hora;
  • Não se deve sair mastigando ou mordendo qualquer coisa após o procedimento;
  • No primeiro mês deve-se evitar alimentos sólidos;
  • No segundo mês algo mais pastoso ou macarrões instantâneos podem entrar na dieta;
  • No terceiro e último mês de provisórios, pode-se acrescentar ao cardápio uma carne cozida ou um frango desfiado.

Após o período final de cicatrização e instalação das próteses definitivas o paciente estará de alta e liberado para uma alimentação livre e de seu gosto, sem restrições. Claro que devemos sempre estar atentos com alimentos mais duros como torresmo ou amendoim.

CONCLUSÃO

A carga imediata traz uma satisfação funcional e estética, além de promover um maior conforto pós-operatório e um menor tempo de tratamento para o paciente.

Saiba mais sobre implantes em: http://www.rirodonto.com.br/especialidades/#implantes-dentarios

Deixe seu comentário